Assembleia decide por portabilidade para Plano Unimed Federativa e Mais Saúde; com a mudança titulares ganham plano odontológico, cobrança de rateio e taxa administrativa será extinta

Unimed Federativa apresentou tabela mais em conta e atendimento com mesma rede credenciada
04/10/2019 11/10/2019 12:15 2120 visualizações

A Assembleia Geral Extraordinária, realizada nesta quinta-feira, 03, na sede da Assemp, decidiu pela portabilidade do Plano Unimed Palmas para o Plano Unimed Federativa, em associação com a operadora de planos Mais Saúde. Pela vontade da maioria, as cerca de 3400 vidas atendidas pelo Plano Unimed Palmas passarão a ser atendidas pelo Plano Unimed Federativa, a partir de novembro, sem qualquer carência.

Com isso, a cobrança do rateio, no valor de R$ 14,00 por titular, será extinta, já que a operadora responsabilizou-se por assumir a dívida – fazendo o pagamento mensal da parcela de R$ 35 mil da dívida passada, que será finalizada até 2021. O associado não custeará mais o valor.

A cobrança da taxa de 1% de administração do Plano também será extinta; e além disso, a empresa ofereceu  o plano odontológico da Amil gratuitamente aos 1.500 titulares, sendo que os dependentes têm direito a gratuidade por um prazo de três meses, e após esse prazo, se permaneceram no plano pagaram R$ 15,00 cada pelos serviços.

O associado Allan Dutra, que fez inúmeros questionamentos antes de votar a favor da proposta, parabenizou o presidente e a equipe da Assemp pela conquista. “Eu queria aqui parabenizar ao Cleison e a equipe da ASSEMP envolvida na busca da independência da Unimed Palmas. Chega de sermos reféns deles. Finalmente surgiu uma luz no fim do túnel para melhorar o nosso plano de saúde e foi deliberado nessa assembleia de hoje”.

Durante sua explanação, o presidente da Assemp, Cleison Nunes, falou sobre como se deu o embate com a Unimed Palmas em relação ao aumento de 21,84%, já que a empresa não ofereceu quaisquer alternativas. Leia mais sobre o assunto Aqui. “O tratamento dado a Assemp foi sempre negativo. Enquanto para outras entidades o aumento dado anualmente era de 9%, como é o caso do Sinpol e a Secad, para a Assemp veio esse percentual absurdo. E nunca podíamos questionar, porque eles não abriam os dados para Assemp, em relação à sinistralidade que eles informam”, enfatizou.

O presidente da Assemp contou que esteve estudando uma solução para o problema do Plano Unimed desde que assumiu o cargo, e há cerca de 9 meses trabalha na formatação deste modelo apresentado agora. “Estudei todas as resoluções. Desde o começo do ano, quando a relação com a Unimed Palmas ficou insustentável, estamos estudando uma alternativa de plano para atender a todos da melhor maneira possível. Porque com toda sinceridade a vocês, nestes dois anos, a relação com a Unimed Palmas foi sempre desgastante”, explicou.

 

Tabela

A decisão soberana da Assembleia pela portabilidade para o Plano Unimed Federativa em associação com o Mais Saúde veio depois de muitos questionamentos aos representantes das empresas.

Foi assegurado por eles que não haverá qualquer tipo de carência; em caso de qualquer negativa de atendimento, uma equipe da empresa estará à postos para resolver. “O que vocês estão recebendo são duas operadoras pagando por uma só”, explicou o representante da empresa durante a Assembleia.

A Unimed Federativa informou aos presentes a tabela de valores praticados, que apresenta economia mensal que vai de R$ 15,25, para o Plano Enfermaria Municipal, na menor faixa etária e chega R$ 124, 76, para o Plano Apartamento Municipal, na faixa etária de maiores de 59 anos. A economia anual alcança até R$ 1.497,00 no Plano Apartamento, para maiores de 59 anos. Já para a alternativa de Plano Nacional, a economia pode chegar R$ 2.228,01.

A tabela pode ser conferida Aqui

 

Serviços

 

A rede credenciada do Plano Unimed Federativa é a mesma oferecida pela Unimed Palmas, e inclui os hospitais Santa Tereza – onde há prestação de serviço de UTI, e em breve Pronto Atendimento; e ainda o Instituto Monte Sinai.   De acordo com a empresa estão em andamento às negociações com o Hospital Iope.

As autorizações de procedimentos porém serão feitas diretamente com os prestadores de serviço, não necessitando mais o usuário se deslocar para a sede da prestadora para aguardar autorização.

Para sanar dúvidas e auxiliar em qualquer detalhe, a Unimed Federativa oferecerá profissionais na sede da Assemp para atendimento.

Já que a administração é feita pela própria empresa, não pela Assemp, em caso de não pagamento do Plano após mais de 30 dias, a suspensão do plano será apenas do usuário devedor, não mais coletivamente.